Vampire Cheats - 3.0

Bem Vindo(a) Ao Vampire Cheats,
Forum Criado Na Intenção De Promover Dicas e Tutoriais Para Games Online!

Registre-se e Participe Do Nosso Forum!
Obrigado.


    [Análise]FIFA 12

    Compartilhe

    Lokys

    Super Membro
    Super Membro


    Mensagens Mensagens : 106
    Data de inscrição01/07/2010
    Idade Idade : 21
    Sexo Sexo : Masculino
    <b>Conquistas</b> Conquistas : Mestre Em Denuncias

    [Análise]FIFA 12

    Mensagem por Lokys em Dom Nov 06, 2011 12:27 am


    FIFA 12 não é só um jogo de esporte. Desculpem a expressão tirada de texto institucional, mas o game é uma experiência única e repleta de atrativos para entusiastas, fanáticos e novatos. Com exceção da ausência do Japão entre as seleções e os uniformes e nomes “alternativos” de alguns times brasileiros que não entraram em acordo com a EA, o que a gente vê na tela é o resultado do maior esforço possível para criação do jogo de futebol definitivo. Depois de anos na sombra de PES, a EA Sports conseguiu. Difícil é imaginar o que vai ser da série daqui para frente, e para onde ela pode evoluir.

    Futebol arte de bonequinho

    Já há algum tempo a série FIFA adotou o esquema PES de chute com o botão Quadrado, passe em profundidade com Triângulo Equilátero e lançamento e cruzamento com Círculo. Quem está chegando agora à franquia (pelo menos às versões mais novas) vai perceber que imitar PES foi umas das melhores modificações feitas pela EA Sports, porque fica parecendo que todos os comandos realmente estão no lugar certo. Ponto para a Konami, que introduziu isso ainda na primeira metade dos anos 90, mas ponto para a EA também por ter se aproveitado - já que não dá para patentear layout de controle, o jeito é usar o esquema que dá certo mesmo.

    Ajuda também o fato de FIFA ser um pouquinho mais rápido que o PES 2012, além do campo de alguma forma parecer maior. No PES, seu jogador recebe a bola e não há muito o que fazer o ela - ou toca de volta, ou tenta driblar, com divididas bem robóticas e cheias de scripts. FIFA 12 é mais parecido com o futebol de verdade nesse sentido, de que cada jogador tem sua própria área do campo para marcar e eles, obviamente, não podem cobrir o campo todo ao mesmo tempo. Além de parecer mais realista, fica mais divertido de jogar e dá para fazer mais firula.

    Imagem Aqui!

    O novo sistema de colisão cria algumas situações engraçadas às vezes, como jogador que vai se levantar e tropeça no companheiro, por exemplo - e isso pode acontecer até na hora em que ele vai comemorar um gol. Por outro lado, é impressionante a forma como as algumas das colisões são retratadas - a perda de velocidade do jogador quando ele divide a bola com outro e até para onde a bola vai depois do choque. É, certamente, a maior inovação em game de futebol dos últimos anos (dos últimos dez anos, pelo menos).

    Os gráficos não evoluíram tanto desde FIFA 11, mas dá para ver que houve esforços em fazer os jogadores não se parecerem tanto quanto o Batoré. Nesse quesito (e só nesse), a série da Konami ainda está na frente: os jogadores e PES 2012 se movimentam de forma mais parecida com os atletas reais, e têm feições mais realistas também. Não que você não vá reconhecer os peladeiros do FIFA 12, mas dava para sair algo um pouco melhor sim. Pelo menos os gráficos do gramado e do estádio mantiveram o alto nível do game do ano passado. Quer dizer, no todo, a ambientação criada por FIFA 12 ainda está para ser superada.

    Na hora do arremate final, é uma delícia segurar o direcional para cima para fazer seu jogador dar um toque rasteiro em vez de encher o pé. É um negócio tão simples, mas tão intuitivo que vai fazer mesmo quem não curte um futebol de verdade (ou quem curte, mas não manja de jogos eletrônicos) se sentir atraído pelo game. Pode ser um truque barato e antigo, mas é uma daquelas características que deixa o game da EA Sports ainda mais distante do concorrente. Quem é bom e manja de futebol terá à disposição todos os tipos de estratégias e táticas para aplicar no time, mas quem for novo ou não tiver paciência, não precisa se preocupar, porque a dinâmica do jogo é tão bem feita que é fácil pegar o jeito. Pegar o jeito não significa ser bom no jogo, mas diverte.


    Vamos socializar

    Uma das principais atrações de FIFA 12 é o modo Ultimate Team, antes oferecido apenas como DLC. Escolha as cores e o nome da sua equipe, e vá a campo como jogador ou manager (ou como ambos) encarar uma cacetada de partidas torneios, juntando grana para adquirir novos jogadores e tudo mais. Você começa com uma equipe cheia de pernas de pau, mas a graça é justamente iniciar do zero e conquistar seu lugar entre os times de destaque. Nem precisa falar que o modo é praticamente infinito e conta com dezenas de opções sociais, incluindo leilões de jogadores organizados pela própria comunidade. Se preferir começar uma carreira com algum time que já existe, prepare-se para quinze temporadas matando um leão por dia.

    Por falar em vida útil, FIFA 12 continua com os bons e velhos modos de disputa online, em que dá até para disputar partidas de onze contra onze - só fique esperto para escolher logo sua posição, sob risco de ter que controlar algum zagueiro ou mesmo no gol. Se não agradar, tudo bem: chame um amigo, encoste no sofá e curta uma jogatina online com direito até a um lobby que funciona direitinho, sem frustração.

    É triste pensar que FIFA 12, o melhor game de futebol da atualidade sem dúvida alguma, provavelmente terá de continuar mudando para a versão do ano que vem, até para justificar a existência de um novo jogo e garantir alguns milhões de dólares extras para a EA - até porque é assim que a indústria de games como a gente conhece funciona. O game é completo, tem vida útil praticamente infinita, é muito bom de jogar mesmo para quem não manja nada de futebol e poderia muito bem continuar do jeito que está por alguns anos, ou até a concorrência atingir o mesmo nível.

    Fonte: GameTV

      Data/hora atual: Sab Dez 03, 2016 8:33 am